Monitoramento de ninhos

Todos os ninhos cadastrados e instalados pelo Projeto Arara Azul são periodicamente monitorados para verificar a ocupação ou não por araras azuis ou outras espécies. Nesta atividade é necessário escalar a árvores até a abertura do ninho utilizando equipamento e técnicas de alpinismo e rapel. A periodicidade do monitoramento de cada ninho varia individualmente. A maior parte dos ninhos é monitorada pelo menos uma vez por mês. Em ninhos que as araras azuis apresentam forte comportamento de defesa ou presença de ovos ou filhotes, o monitoramento torna-se mais freqüente. Por exemplo: Ninhos com ovos para eclodir ou filhotes recém nascidos chegam a ser monitorados de 1 a 4 vezes por dia. Os dados referentes à ocupação dos ninhos são coletados e registrados em uma ficha de monitoramento de ninhos, que entre outros dados, constam: data, hora do monitoramento, número do ninho, espécie (arara azul, arara vermelha ou outras espécies), número de ovos, filhotes, para posterior levantamento da taxa de ocupação dos ninhos.

Para exemplificar, desde o início do Projeto, o monitoramento de ninhos tem sido contínuo. Monitoramos 52 ninhos em 1990, 73 em 1991, 89 em 1992, 98 em 1993, 122 em 1994, 151 em 1995, 160 em 1996, 176 em 1997, 174 em 1998 e 240 em 1999, 192 em 2000, 325 em 2001, 234 em 2002, 238 em 2003, 227 em 2004, 233 em 2005 e 244 em 2006.